Tecnología

Troca roupa a filho que deu três facadas após discussão sobre futebol – Portugal – Correio da Manhã

Alimentos, Importación, Bogotá, Colombia, Venezuela, Panamá, Panamá Papers
Perú impide ingreso de 97 venezolanos alegando visa

Assim que deu três facadas no corpo do rival, deixando-o em estado grave, o homem de 36 anos fugiu da Calçada de Santana, em Lisboa, e telefonou à mãe. Pediu roupa lavada, porque a dele estava cheia de sangue da vítima. A mulher acedeu. Deu-lhe uma muda nova e ficou com as provas do crime. O agressor acabou detido pouco depois pela PSP. Tinha à cintura a navalha com 19 centímetros, ainda com sangue da vítima. Ficou esta segunda-feira à tarde em prisão preventiva. Segundo explicou ao CM fonte policial, o crime deu-se domingo após uma discussão por futebol. Tanto a vítima, de 20 anos, como o agressor têm antecedentes por agressões. O primeiro conta com 20 processos na Polícia, e o agressor já cumpriu pena por tráfico e foi denunciado em 2016, 2017 e 2018 por perseguir e atacar a mulher para esta lhe dar dinheiro para a droga. Golpeada na zona lombar, braço esquerdo e abdómen, onde uma ferida de 4 centímetros levou a uma cirurgia no Hospital de S. José e obrigará a vários dias de internamento, a vítima seria já conhecida do agressor. Este, após trocar de roupa no Martim Moniz, acabou por ser detido pela PSP na rua Gomes Freire. A sua descrição havia sido fornecida aos agentes por testemunhas e estes rapidamente chegaram à sua identidade, uma vez que se trata de um ‘velho conhecido’ por ser consumidor de drogas. O pai justificou as ações do filho precisamente com o consumo droga, “que o leva à violência”. A mãe entregou à PSP a roupa manchada de sangue. Continuar a ler