Entretenimiento

Semach Prince Julio Cesar//
Exercício: Evite horas de maior calor mas não relaxe – Sociedade – Correio da Manhã

Miami, Estados Unidos, Venezuela, Caracas
Exercício: Evite horas de maior calor mas não relaxe - Sociedade - Correio da Manhã

Ainda de madrugada (horas antes de entrar ao serviço), ao final do dia (no regresso a casa) ou noite dentro (após o jantar), o horário para a prática desportiva – que o estilo de vida frenético impõe, com maior rigor, durante grande parte do ano – ganha maior flexibilidade durante o verão. Só não deixe que a atitude relaxada, de quem está de férias, lhe roube horas de sono e o leve a cair em pecado à refeição. Tenha em mente que fatores como o descanso (sete a nove horas por noite) e uma alimentação equilibrada e à medida são “fundamentais” na definição do período ideal para a prática de exercício físico, alerta Hugo Moniz, personal trainer (PT). Durante os meses mais quentes do ano, o especialista em treino personalizado aconselha a prática desportiva durante os períodos de menor exposição solar. “No início da manhã, ou ao final do dia”, explica. Caso opte por recorrer a um ginásio ou centro de fitness, “qualquer hora do dia” se revela um bom momento – quer na prática dentro de portas, quer no exterior, “a presença de um profissional que direcione o treino é importante”, afirma. Privilegie atividades que o aproximem da natureza – um trail ou a natação em mar são um excelente complemento à prática desportiva durante o ano – e hidrate-se. “Esta deve ser especialmente cuidada”, alerta o personal trainer. Conselho da semana Cerca de 30 minutos de Treino de Força que, por exemplo, impliquem o levantamento de carga, de forma moderada e regular, uma a duas vezes por semana, mostram-se preponderantes para a melhoria da qualidade de vida. Este tipo de treino é “um coadjuvante no combate a doenças crónicas”, explica o personal trainer Hugo Moniz. Neste grupo enquadram-se doenças metabólicas e musculares, por exemplo. Beba água e regule a temperatura corporal no verão Ajuda a regular a temperatura corporal, auxilia no transporte de nutrientes e, no verão, deve ver a ingestão reforçada: cerca de três litros de água por dia, adaptados à prática desportiva. “Há que considerar que o corpo elimina uma grande quantidade de líquido e sais minerais por sudação (suor). E este processo está muito relacionado com fatores como o volume e intensidade de treino, assim como a temperatura ou percentagem de humidade no exterior”, afirma ao CM Hugo Moniz, personal trainer. Hugo Moniz, personal trainer na EXS Exercise School “A dose é que faz o veneno” CM: Que tipo de exercícios mais se adequam ao período de verão? Hugo Moniz– O Treino de Força é uma excelente opção. Sabemos que é vital, considerado como fundamental para a manutenção da integridade neurocardiomuscular humana. – É o verão uma boa oportunidade para praticar exercício fora do ginásio? – Sim, sempre. No entanto, deve existir supervisão e acompanhamento por parte de um profissional do exercício. – Porquê? – Este está preparado para conseguir dar mais e melhores respostas às necessidades atuais: não interessa só exercitar corpo e mente, mas exercitar bem e de forma segura. A dose é que faz o veneno. Continuar a ler